Característica da Raça

 Home / Áreas de Atuação / Característica da Raça

"Malinois, um cão para tudo, mas não para todos..."


Se você está lendo essa matéria, é porque deve estar se perguntando:

ESSA RAÇA É PARA MIM?

Bem irei tentar explicar o pouco que eu sei diante da minha experiência com essa raça magnífica.
 
O Malinois é uma raça muito inteligente, leal e afeiçoada ao dono, porém é uma raça extremamente energética e que é preciso ser oferecida uma maneira de extravasar isso, tanto física quanto mentalmente.
 
O Malinois foi desenvolvido não apenas para ser responsivo a comandos, mas também para pensar independentemente quando o dono não está por perto.
 
Definitivamente não são cães para serem jogados em um fundo de quintal e esquecidos lá.
 
São animais que tem uma necessidade enorme de contato físico com o dono e precisam ser desafiados fisicamente para se sentirem felizes. Mesmo que você não venha a praticar esportes caninos com o seu Malinois é muito importante que ele seja exercitado. E quando digo exercitar eu realmente estou dizendo exercitar… não é aquela voltinha em torno do quarteirão que fará isso.

Costumo dizer aos meus amigos e futuros criadores que um Malinois feliz é um Malinois “cansado”.
 
Também faço questão de deixar claro que Malinois não é um “pet”. É um cão de trabalho e devido a sua grande energia, estamina, capacidade de aprendizado e solução de problemas por conta própria, ele não deveria parar em mãos de leigos, até porque é um animal muito perceptivo e aprende tanto o bom quanto o ruim.
 
Devido ao alto grau de inteligência, o Malinois algumas vezes irá testar o dono. Jamais recorra a punição física, pois é um raça que não responde bem a esse tipo de “técnica”. Sugiro que use técnicas motivacionais e mesmo o uso do clicker para tirar o que a de melhor do seu Malinois.
 
Outra coisa importantíssima é a socialização do Malinois ainda jovem, pois desde muito cedo esse contato com outros cães, crianças, veículos motorizados, etc. deve ser introduzido na vida desse filhote para que ele se torne um adulto equilibrado. É um raça que deve ser reservada com estranhos, mas não assustada, por isso a necessidade de atingir esse equilíbrio através de socialização. Parta sempre do princípio que um cão não nasce pronto!
 
 Um bom cão é uma combinação de genética com manejo.